Email-Marketing

Estratégias para melhorar a taxa de entrega das suas campanhas de Email Marketing

O Email Marketing é hoje uma das ferramentas mais utilizadas por blogueiros e profissionais que desejam escalar os seus negócios de uma forma rápida. É também uma das formas mais simples de você conseguir aumentar os seus rendimentos gradualmente ao longo do tempo, capturando contatos para a sua lista, e usando a sua lista de email marketing para realizar vendas.

Eu trabalho online e sei muito bem que preciso de uma lista muita feita e de muita interação para conseguir realizar vendas e crescer um negócio online da maneira certa.

No entanto, muitos blogueiros utilizam as estratégias erradas para comunicar com os seus leitores e/ou as ferramentas erradas para dispararem os seus emails. Ambas as coisas são fulcrais no resultado que você irá obter junto dos seus subscritores, portanto, é altura de você se profissionalizar e começar a usar as ferramentas e estratégias certas, caso contrário continuará a viver na sombra dos grandes blogueiros que realmente ganham muito dinheiro.

Embora o Email Marketing não seja o método de divulgação mais atraente de entre todos os disponíveis no mercado, ou quando comparado com banners publicitários, resenhas, etc., que à partida são métodos mais apelativos, a verdade é que ele gera um retorno extremamente superior aos outros métodos e permite-lhe escalar facilmente os seus rendimentos. Para o ajudar a tornar as suas campanhas mais eficientes, reunimos um conjunto de estratégias que recomendamos você a seguir, caso deseje obter os melhores resultados possíveis.

Escolher a plataforma correta

Entre Emailchute e Aweber existem centenas ou milhares de empresas de envio de emails no mercado. No entanto, escolher a empresa correta é fundamental nos resultados que as suas campanhas irão gerar. Muitos blogueiros optam por soluções gratuitas ou de custo muito baixo, e acabam por não conseguir gerar os resultados desejados. A diferença de preço que existe entre uma empresa de qualidade e uma empresa de baixa qualidade, é que no primeiro caso você tem a garantia de que os seus emails são realmente entregues, o que faz toda a diferença nos resultados das suas campanhas.

Quando começámos a utilizar o Emailchute, por exemplo, os nossos resultados melhoraram drasticamente em relação à plataforma que utilizávamos anteriormente, a qual não garantia resultados e ainda por cima era utilizada por muitos spammers para fazer disparos de emails em massa, tornando o IP dos servidores blacklisted, o que originava um retorno muito baixo nas campanhas. Embora o investimento com o Emailchute seja superior a R$300 por mês, a verdade é que o retorno em termos de campanhas enviadas para os subscritores é extremamente compensatório.

Com uma taxa de entrega superior a 90%, estamos extremamente tranquilos quanto ao facto de nossos subscritores receberem nossos emails. A juntar a isso, as taxas de abertura e cliques nas campanhas aumentaram drasticamente, ao passo que as taxas de Spam e não-entrega reduziram imenso em relação ao provedor anterior, fazendo com que o investimento realmente valha a pena. Portanto, escolha um bom provedor para os disparos de emails, e o retorno que você irá obter será extremamente compensador em relação ao investimento que você estará fazendo na plataforma.

Evite a utilização de palavras de Spam

A grande maioria dos clientes de email como o Gmail, Hotmail, etc., têm filtros automatizados que colocam determinados emails com determinadas palavras na pasta de Spam. Para conseguir os melhores resultados possíveis, você deverá evitar ao máximo a utilização de palavras de spam nos seus emails, quer seja no título do email, como também no conteúdo do mesmo. Isso irá ajudar você a conseguir melhores resultados com as suas campanhas, mas acima de tudo, irá ajudá-lo a conseguir atingir mais subscritores com o mesmo tipo de email.

Vejamos algumas palavras a evitar nos títulos dos seus emails:

  • R$ R$ R$, €€€, $$$
  • Melhor Preço
  • Dinheiro
  • Custo
  • Crédito
  • Desconto
  • Ganhar
  • Grátis
  • Comprar
  • Encomendar
  • Etc.

Os caras do Hubspot criaram um post com uma listagem extremamente completa de palavras que são utilizadas pelos clientes de email para marcarem um determinado conteúdo como spam de forma automática. Embora as palavras estejam em Inglês, uma simples tradução para português irá ajudá-lo a encontrar facilmente algumas das palavras que você deverá evitar utilizar nos títulos dos seus emails, caso contrário saberá que os mesmos acabarão na grande maioria das vezes, nas caixas de spam dos seus leitores.

Estratégias básicas na criação de Emails

Quando você está escrevendo um Email para uma campanha que pretende enviar para os seus subscritores, é importante que você não esqueça algumas das regras básicas do email marketing. Estas estratégias são normalmente tidas em consideração pela grande maioria dos profissionais que utilizam o Email Marketing para enviar conteúdos e campanhas para os seus leitores. Se não acredita, experimente subscrever a lista de emails de um dos seus blogueiros favoritos, e veja a forma como eles trabalham o email marketing junto da sua audiência. Seguindo estes princípios básicos, você terá mais chances de atingir o seu público-alvo com regularidade.

  • Não usar vermelho no texto – A primeira regra básica de um email é não conter texto ou links a vermelho. Muitos spammers usam o vermelho nos seus emails, o que poderá originar que os seus emails sejam detetados como Spam e acabem nas respectivas caixas de Spam dos seus leitores, portanto, evite a utilização do vermelho a qualquer custo.
  • Letras em caixa alta – A utilização de letras e texto em caixa alta é outro erro quando se trata de envios de email. Tanto no título do email, quanto no texto, deverá evitar a utilização da caixa alta.
  • Utilização exagerada de símbolos – Conforme vimos anteriormente, símbolos como $$$ podem passar a mensagem errada aos clientes de email, e levar os seus textos diretamente para o Spam. Evite a utilização excessiva de símbolos nos emails. Seja pragmático e simples.
  • Demasiados links nos emails – Um email com muitos links de texto pode ser também ele marcado como spam. Utilize no máximo 2 ou 3 links por email, sempre com o objetivo de levar o seu leitor para o local correto.
  • Link para descadastrar – É obrigatório a utilização de um link que permita ao seu usuário se descadastrar da sua lista de emails. Coloque esse link no rodapé, de preferência um link que funcione e realmente permita ao usuário sair da sua lista de emails. Não tenha medo de perder subscritores com isso. É preferível que ele saia da sua lista, do que fique marcando seus emails como Spam envio após envio.
  • Endereços de contato – Utilize um endereço de email próprio para onde o usuário possa responder e/ou esclarecer suas dúvidas aquando da recepção de um email seu. Evite a utilização de emails do tipo nao-responder@seuemail.com a não ser em situações específicas em que o usuário não deverá realmente responder.
  • Utilize poucas imagens – As imagens em emails tornam o conteúdo demasiado pesado. Sempre que possível utilize mais texto do que imagens, para que os seus resultados sejam os melhores possíveis. O texto é extremamente leve, ao passo que as imagens são extremamente pesadas. Um equilíbrio é fundamental para melhores resultados.
  • Envios recorrentes – Contate a sua lista de emails não mais do que uma a duas vezes por semana. Se você estiver constantemente a contatar com a sua lista, a mesma acabará por perder o potencial que tem ao longo do tempo. Vá com calma, faça testes, perceba quais os dias que funcionam melhor e contate-os somente quando for necessário. Evite fazer spam ou enviar continuamente os mesmos conteúdos.
  • Enviar sempre o mesmo conteúdo – Se você tem somente um produto para venda no seu blog e todas as semanas está contatando a sua lista para promover esse mesmo produto, você está perdendo mais do que aquilo que está ganhando ao enviar esses emails. Faça marketing dos seus produtos, mas não seja spammer. Envie a campanha do seu produto mesclada com outros conteúdos, não esteja sempre saturando os seus leitores com a mesma propaganda aborrecida. Isso não gera mais vendas.
  • Remova pessoas que não abrem seus emails – Se um determinado usuário recebe constantemente os seus emails e não os abre, remova-o da sua lista. Esse tipo de usuário acaba por prejudicá-lo mais do que beneficiá-lo, portanto, se tiver oportunidade, remova o seu endereço de email da lista.
  • Faça campanhas só para quem não abriu o email anterior – Plataformas como a Aweber permitem o envio de campanhas de email para subscritores que não abriram um determinado email anterior, por exemplo. Se você enviar uma campanha para 10,000 usuários e somente 3,000 abriram o email, faça uma segunda campanha somente para os 7,000 usuários que não chegaram a abrir o seu primeiro email. Isso gera um retorno muito grande e fideliza os seus leitores à sua lista.

Faça teste e mais testes!

Aconteça o que acontecer, você precisará sempre de fazer testes até encontrar a fórmula perfeita para o seu negócio. Quer seja para aumentar as suas taxas de entrega, quer seja para gerar um maior retorno com os seus emails, você sempre precisará de realizar testes A/B até descobrir a pólvora. Portanto, crie diversos tipos de campanhas, formatos, títulos, etc., e analise individualmente a performance de cada um desses emails. Isso irá ajudá-lo a perceber o comportamento dos seus leitores, a encontrar os dias da semana que geram um maior retorno, e a conseguir alavancar os seus resultados mais rapidamente.

Dicas Extra: Minisites

Utililize essa estratégia junto com minisites e veja o que é fazer vendas todos os dias. Veja um exemplo aqui. Arrumar Namorado Rápido

Estratégias para melhorar a taxa de entrega das suas campanhas de Email Marketing
5 (100%) 1 vote

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *