Aumento Peniano

Aumento Peniano: Quais Formas Existem?

Muitos homens e alguns casais buscam meios medicinais ou não, de aumentar o tamanho do pênis em busca de uma satisfação maior na relação sexual.

O que não se sabe, o procedimento de aumento peniano pode ser mais comum do que se imagina.

Mesmo assim, os motivos pelos quais pessoas procuram este procedimento são inúmeros e são particulares. Fato é: O aumento peniano é possível e pode ser feito sim!

Existem intervenções para aumentar o tamanho do pênis, seja em comprimento ou largura:

Os chamados penoplastias ou faloplastias de alargamento ou aumento peniano são alguns dos procedimentos médicos usados para realizar este desejo dos pacientes.

No entanto, nenhuma dessas intervenções foi validada pelas sociedades acadêmicas envolvidas (Sociedade Internacional de Medicina Sexual, Associação Europeia de Urologia).

Em primeiro lugar devido à ausência de uma indicação operativa estabelecida e, em segundo lugar, devido a taxas de sucesso e taxas de complicações em longo prazo relativamente baixas.

Esses diferentes fatores explicam que esses procedimentos não são “generalizados” (diferentemente, por exemplo, da colocação de implantes mamários).

Por fim, esses procedimentos também levantam as questões éticas e médico-legais de uma intervenção em um órgão saudável, sabendo que o risco de complicação nunca é zero, que pode levar a situações piores do que antes da intervenção.

Além disso, a taxa de satisfação pós-operatória dos pacientes é frequentemente baixa (menos de 25%).

O Tamanho do Pênis

O tamanho do pênis é medido desde o púbis até a ponta do pênis, o pênis descansando, mas esticado. Não há um critério rigoroso de normalidade, mas um pênis pequeno geralmente é definido no caso de um comprimento inferior a cinco centímetros desvios padrão da média, que varia de acordo com os diferentes estudos, especialmente de acordo com os critérios étnicos.

Tecnicamente falando, não há, portanto, nenhum tamanho “limite” abaixo do padrão do qual seria justificado realizar uma intervenção. O tamanho de 9-10 cm na ereção foi mencionado algumas vezes como um limite aceitável entre os homens.

Se ter um pênis abaixo dos 10 cm são raros, é muito mais comum encontrar pacientes que se queixam de ter um pênis pequeno, baseado em critérios de sua própria auto avaliação.

Motivos Pelo Qual o Paciente Procura Intervenção Médica

Perspectivas Psicológicas

Um complexo em relação ao tamanho do pênis pode causar um sofrimento psicológico significativo, que às vezes neutraliza o desempenho da vida sexual do homem, indo até a renúncia dos relacionamentos íntimos.

A cirurgia pode ser vista como a melhor maneira de escapar dessa condição. O objetivo desejado pelo paciente é a satisfação psicológica.

No entanto, os resultados são muitas vezes desanimadores e uma forte avaliação psicológica deve ser feita antes de qualquer intervenção. Deve-se notar que as expectativas do paciente são muitas vezes irrealistas.

Tipos de Intervenções

Procedimentos que aumentam o comprimento do pênis e aqueles que aumentam seu diâmetro são diferentes.

Na verdade, nenhum deles aumentará o tamanho do pênis na ereção. Assim, o objetivo é uma satisfação psicológica através de melhorias visuais.

Por conseguinte, devemos identificar estas intervenções, como por exemplo, a colocação de uma prótese peniana para a disfunção erétil grave e permitindo que, uma melhoria funcional do pênis.

Ampliações do Pênis

Injeções de gordura autóloga: Neste procedimento é sugada a gordura abdominal ou das coxas do paciente e, depois injetada na pele peniana.

A injeção de pequenas quantidades minimiza o risco de complicação, e aumenta o tamanho do pênis em relação a circunferência. A injeção de quantidades maiores aumenta o risco de complicações e não é indicado pelos médicos.

Os resultados são difíceis de prever e, em longo prazo, até um terço do volume injetado desaparece, sendo algumas células de gordura “digeridas”.  E neste caso um novo procedimento pode ser solicitado pelo paciente.

Injeção de Silicone: O risco de complicações é alto, às vezes com resultados estéticos catastróficos (lipogranuloma esclerosante do pênis) devido a reações inflamatórias contra a substância estranha.

Injeção de ácido hialurônico: de acordo com alguns estudos, seria uma técnica segura com uma taxa de satisfação relativamente alta.

Diferentes técnicas de enxertia (retalhos dérmicos, enxertos, etc.) Este procedimento ainda está em fase experimental.

Alongamento Peniano: algumas técnicas podem modificar a aparência de estruturas anatômicas, aumentando o comprimento da parte visível do pênis. Um alongamento de até 2 cm pode ser esperado pelos pacientes.

Secção do ligamento suspensor do pênis: a secção deste ligamento permite um movimento descendente dos corpos cavernosos, dando a impressão de um ganho de comprimento. Os resultados variam de um estudo para outro. O ganho máximo é de 2-3 cm. A taxa de satisfação é baixa (menos de 20%), mas há pouca complicação aos pacientes.

Lipoaspiração abdominal ou pré-púbica: útil se o paciente for obeso, o avental abdominal pode cobrir parcialmente o pênis. O procedimento tem pouca complicação e a taxa de satisfação é bastante alta.

Retalhos de pele: existem técnicas de avanço do retalho ou interposição de retalho, permitindo que as estruturas do peno pubiano sejam deslocadas para baixo. O tamanho na ereção não muda.

Em suma, há vários procedimentos estéticos que podem ser realizados para o aumento peniano e garantir assim uma satisfação maior da pessoa. Neste caso, o recomendável é que o paciente procure seu Urologista e saiba quais são os procedimentos disponíveis aqui no Brasil e ver qual o melhor se encaixa. Riscos, quaisquer procedimentos podem apresentar, mas a satisfação sempre irá depender da recuperação da pessoa. Por tanto, converse com seu médico e saiba qual o método mais indicado para você.

Recomendamos Também: LibidGel

Aumento Peniano: Quais Formas Existem?
Rate this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *